Reprodução/YouTrading

As importações de carne bovina do Brasil para a China estavam suspensas desde o dia 3 de junho, por conta de um caso atípico de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), o chamado “mal da vaca louca”.

A China é a única importadora que tem protocolo sanitário que determina a suspensão temporária de importações quando detectados casos da doença.

“O Brasil volta a exportar carne para aquele país [China]. Isso é um reconhecimento ao trabalho do ministério da Agricultura e do Itamaraty, que trabalharam para que esse episódio pudesse ser encerrado o mais rápido possível”, afirmou Tereza Cristina, ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.