Edilson Rodrigues/Agência Senado

O Senado adiou, para segunda-feira (3), a votação da MP 871/19, que cria um programa de revisão de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), exige cadastro do trabalhador rural e restringe o pagamento de auxílio-reclusão apenas aos casos de pena em regime fechado.

O líder do governo, Senador Fernando Bezerra, retirou a questão de ordem com a tentativa corrigir a data de vencimento da MP para 4 de junho.