Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente da República, Jair Bolsonaro, publicou um decreto na quarta-feira (29), em consonância com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, onde reduziu consideravelmente a composição do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA).

O conselho era composto por 96 integrantes e agora conta com apenas 22 cadeiras, representando 77% de cortes. Dentre as vagas, apenas 4 são compostas pela sociedade civil. A medida aumentou de 29% para 41% a participação do poder federal. A escolha para os representantes civis será feita por meio de sorteio e os sorteados terão um ano de mandato