Marcelo Camargo/Agência Brasil
Spread the love

O Banco Central (BC) está preparando uma estratégia de liberalização cambial que visa permitir que, no futuro, empresas e pessoas físicas tenham contas em dólares ou em outras moedas estrangeiras.

A tentativa, segundo presidente do BC Roberto Campos Neto, faz parte da agenda de reformas microeconômicas e tende a facilitar o pagamento de dívidas ou obrigações pagas em dólar no Brasil, e também auxilia na manutenção de contas em reais em outros países.

Segundo Campos Neto, alguns países menos preparados que o Brasil avançaram na conversibilidade e estão colhendo os frutos positivos dessa condição. “A gente estava interessado em simplificar o processo de conversibilidade cambial, e essa é uma das medidas que podem ser tomadas, mas é um objetivo de longo prazo”, afirmou.