O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), é um exemplo de resiliência. Entre todos os caciques tucanos que disputavam a liderança nacional do partido e a candidatura à presidência da República, foi o único que sobreviveu em condições de disputar ambos cargos. De fato, Alckmin deverá ser alçado à presidência nacional do PSDB no dia 9, por aclamação, após a desistência de Tasso Jereissati e Marconi Perillo.

A disputa inicial como candidato do PSDB à Presidência era entre Alckmin, o senador José Serra e o Aécio Neves, hoje presidente afastado do partido. No entanto, a Lava-Jato tornou-se uma ameaça para Serra e Aécio. O líder mineiro foi o mais atingido, flagrado numa gravação num diálogo comprometedor com Joesley Bastista, empresário alvo de denúncias gravíssimas. O antecipando o processo de sucessão no comando do partido.  Alckmin, apesar de também citado em investigações, conseguiu ser um dos únicos a permanecer de pé.

Já como pré-candidato, surgiu uma pequena possibilidade de Alckmin perder a vaga para seu afilhado político João Doria, prefeito de São Paulo. No entanto, o empresário ainda não possui o jogo de cintura político que o faria sobrepujar alguém tão experiente como Alckmin. E o “João Trabalhador” perdeu-se em meio a um oceano de factoides.

A hashtag presente em todos os perfis sociais de Alckmin – #PreparadoParaoBrasil – é clara. A campanha já foi lançada, mas no limite da sutileza em que o governador aproveita a visibilidade para imprimir sua característica mais relevante na retina do eleitor: a experiência. Veja então como é a presença online do futuro presidente nacional do PSDB e pré-candidato à Presidência da República para 2018.

Twitter

Geraldo já está em pré-campanha, como governador tem acesso à máquina pública e está utilizando-a de maneira muito inteligente para ampliar a sua visibilidade nacional sem quebrar as regras vigentes. O governante divulga suas ações no estado e ainda faz críticas à gestão do PT, à Lula e Dilma Rousseff. Da mesma maneira vem sendo construída a narrativa de pré-campanha PSDB.

Facebook

No Facebook, Alckmin publica vídeos em que defende temas como segurança e saúde, falando do estado de São Paulo, mas de maneira que se aplicaria ao que o eleitor em 2018 deseja ouvir de um candidato à presidência da República.


Instagram

Alckmin visitou recentemente Recife, onde não perdeu a oportunidade de reforçar a imagem de homem religioso e ainda teve a oportunidade de estreitar laços com representantes do PSB pernambucano, do finado Eduardo Campos, e também com líderes locais do PMDB.


Outro tema que será recorrente nas campanhas de partidos alinhados à base governista é a da recuperação da economia. Alckmin trabalha esses números positivos do estado que governa.