A Câmara dos Deputados analisa, nesta quarta-feira, 16, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma política que institui o distritão e o fundo eleitoral. Inicialmente prevista para começar às 13h, a sessão começou apenas às 20h.

São necessários 308 votos favoráveis para que as medidas sejam aprovadas.

Mudança de nome do PMDB

Confirmando a análise desta semana de Marcos Queiroz da Arko Advice, na busca pela renovação pelo menos da imagem de partidos desgastados pela Lava-Jato e outras investigações, o PMDB está retomando o processo para retirar a palavra “partido” do nome e voltar a ser apenas MDB.

Novas metas fiscais

Com a decisão da equipe econômica de descontingenciar entre R$ 8 bilhões e R$ 10 bilhões do Orçamento de 2017 assim que a nova meta fiscal for aprovada pelo Congresso, as emendas parlamentares poderão ter um reforço de mais de R$ 1 bilhão até dezembro. Embora parte dos parlamentares tenha se manifestado contra o aumento do déficit em R$ 20 bilhões – de R$ 139 bilhões para R$ 159 bilhões – as cotas das bancadas e dos próprios deputados para o financiamento de projetos em suas regiões ficarão maiores com a liberação de gastos.

Com informações da Folha e Estadão.