O presidente Michel Temer escolheu, na lista tríplice apresentada pelo Ministério Publico Federal, Raquel Dodge, para substituir Rodrigo Janot na Procuradoria-Geral da República. Hoje, Dodge passa por uma sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado e a expectativa é de uma entrevista longa.

Cada senador tem até 10 minutos para fazer sua pergunta e futura procuradora-geral tem o mesmo tempo para responder. Também há cinco minutos para réplica e cinco para a tréplica. Em 2015 a sabatina de Rodrigo Janot durou mais de dez horas. Após a sabatina, os senadores da CCJ (27 titulares e 27 suplentes) votam para decidir se aceitam ou não a indicação do presidente Michel Temer para a PGR. A votação é secreta.

O Senado abriu espaço para perguntas e comentários por meio do Portal e-Cidadania e do Alô Senado, pelo número 0800 612211.

Assista à sabatina na CCJ: