Os destaques do dia são:

1. O Senado deve votar o projeto sobre Reforma Trabalhista

2. O PMDB entrega voto em separado para contrapor o relatório apresentado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara pelo deputado Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), que votou pela admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer

3. A Câmara pode votar a Medida Provisória nº 774/17, que trata da reoneração da folha de pagamento

Outros eventos

1. O Banco do Brasil lança o Plano Safra 2017/2018 com a participação do presidente Michel Temer, do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, e do presidente do BB, Paulo Caffarelli. Temer também participa da cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Regularização Fundiária, no Palácio do Planalto

2. A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado pode analisar parecer do senador Romero Jucá (PMDB-RR) ao projeto que permite ao setor público vender créditos de dívidas parceladas por contribuintes (securitização).

3. A Comissão Mista de Orçamento pode votar o parecer do deputado Marcus Pestana (PSDB-MG) ao projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

4. A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara realiza audiência pública para debater sobre as agências reguladoras empoderadas e mercado equilibrado. Foram convidados, entre outros, o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira; o subchefe de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais (SAG), Marcelo Pacheco dos Guaranys; e o secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Fernando Fortes Melro Filho.

5. A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara discute a PEC 227/16, do deputado Miro Teixeira (Rede-RJ), que prevê eleições diretas no caso de vacância da Presidência da República, exceto nos seis últimos meses do mandato.

6. A Comissão Especial sobre a Coligação Partidária em Eleições (PEC 282/16) da Câmara realiza audiência pública com o doutor em Ciência Política pela USP Fernando Abrucio; o cientista político e professor titular do Departamento de Ciência Política da UFRJ Jairo Nicolau; e o mestre em Ciência Política e doutor em Sociologia pela UNB Murillo de Aragão, presidente da Arko Advice.

7. Representantes do setor de construção, do governo e de órgãos de defesa do consumidor discutem regulamentação de distratos (quando o comprador desiste da compra de um imóvel junto a uma construtora).

8. O governo de São Paulo faz audiência pública sobre a privatização da Cesp (Companhia energética de São Paulo)