1. A Comissão Especial da Câmara aprovou o texto-base da Reforma Trabalhista com 27 votos a favor e 10 contrários.
2. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse acreditar que a decisão do PSB fechar questão contra a Reforma da Previdência pode ser revertida. Deputados do PSB que são contra as reformas previdenciária e trabalhista cobram que a determinação do partido seja seguida sob pena de destituição da líder Tereza Cristina (MS).
3. O líder do PSD na Câmara, Marcos Montes (MG), defendeu o adiamento em 30 a 45 dias da votação da reforma da Previdência no plenário da Casa.
4. O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, disse que o julgamento da ação contra a chapa Dilma-Temer será retomado na segunda quinzena de maio.

5. O governo antecipou que lançará um pacote de apoio aos municípios. Serão R$ 10 bilhões destinados a financiar obras públicas e concessões municipais para o setor privado. Os recursos virão do FGTS (R$ 6 bilhões). Além disso, Banco do Brasil e Caixa vão disponibilizar uma linha de R$ 2 bilhões cada para financiar iniciativas nas áreas de mobilidade urbana, resíduos sólidos, iluminação pública, e água e esgoto.