A eleição de Donald Trump foi a grande surpresa do pleito finalizado na última quarta-feira. Mas, diferente de outros países, os Estados Unidos decidem muitas outras coisas no dia da eleição. São escolhidos os senadores, deputados que vão garantir, ou não, a governabilidade do presidente eleito. Também são feitas consultas populares locais de assuntos diversos, aproveitando a ida às urnas dos americanos. Veja alguns temas votados nesta eleição:

Maconha

Os EUA são conhecidos pela valorização da liberdade individual e pelo incentivo à indústria e comércio. Na atual crise econômica, novos mercados estão surgindo e com eles novas possibilidades de trabalho e arrecadação de impostos. O uso da maconha medicinal ganhou espaço em vários estados e é uma indústria em expansão. Na Califórnia os eleitores aprovaram o uso recreativo da maconha, enquanto a Flórida e Dakota do Norte aprovaram o uso terapêutico.

Washington D.C. o 51º estado

“Taxation without representation” (impostos sem representatividade) é o slogan e uma das principais reclamações da população de Washington DC. O distrito federal, onde fica a capital do país, é controlado pelo Congresso americano e não elege representantes do Legislativo. Nestas eleições os cidadãos esperam aprovar o referendo que pede que Washington se torne um estado americano, já que eles pagam taxas, prestam serviço militar e cumprem todos os deveres como os demais cidadãos. O resultado do referendo ainda terá que passar pela decisão do Congresso.

Pena de morte

Os estados americanos são independentes para decidir uma série de assuntos, entre eles está estabelecer ou não a pena de morte. Nesta terça-feira, a Califórnia rejeitou a proposta de abolir a pena capital, Nebraska restabeleceu a pena, abolida em 2015 e Oklahoma aprovou uma emenda que possibilita a punição máxima no estado.

Armas

O porte de armas é um símbolo americano e mesmo com um histórico de tiroteios é extremamente difícil aprovar medidas de controle. Maine, Califórnia e Nevada tentarão aprovar uma medida que exige a análise dos antecedentes penais para venda de armas.

Sobre a vitória do republicano, convidamos o jornalista José Negreiros e o cientista político Lucas de Aragão para discutir os efeitos do evento no Brasil. Veja o vídeo: