Mensagem obtida pela força-tarefa da Lava Jato indica que o ex-ministro Antonio Palocci prometeu “compensar” a empreiteira Odebrecht após o ex-presidente Lula ter vetado a aprovação de um crédito previsto em uma medida provisória de interesse da construtora, segundo o juiz federal Sergio Moro. De acordo com a mensagem, a “compensação” à empreiteira poderia ocorrer por meio de contratos com a Petrobras. Palocci foi preso na manhã desta segunda na 35ª fase da operação. Palocci teria dito a Marcelo Odebrecht, acionista da construtora, preso pela Lava Jato, que o revés imposto por Lula teria ocorrido por influência do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, de acordo com o texto. (Folha)

Temer chama Alexandre de Moraes para explicar antecipação da Lava-Jato

O presidente Michel Temer chamou o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para que ele compareça ao Planalto e explique suas declarações sobre a Operação Lava Jato um dia antes da fase que culminou com a prisão do ex-ministro do PT, Antonio Palocci. As declarações, reveladas ontem pelo Estado, foram dadas pelo ministro em uma agenda eleitoral em Ribeirão Preto. Além de Moraes, Temer também chamará outros ministros que têm dado declarações polêmicas para pedir mais cuidado nas suas exposições. Por meio de sua assessoria, o ministro da Justiça afirmou que só virá para Brasília na terça-feira, 27, de manhã. A pasta não confirma a convocação do ex-secretário de Segurança do governo paulista de Geraldo Alckmin (PSDB).

Traficante Fat Family é morto pela polícia em São Gonçalo

O traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, de 28 anos, foi morto na manhã desta segunda-feira durante uma operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil, em Itaóca, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Cerca de 30 agentes participaram da ação, que teve apoio de um helicóptero. Além de Fat Family, dois seguranças do traficante morreram no confronto, que aconteceu numa região de mata. (O Globo)