O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) se reúne, nesta terça e quarta-feira (30 e 31), para decidir sobre a taxa básica de juros (Selic), hoje em 14,25% ao ano.

A expectativa é que o colegiado mantenha a Selic inalterada. Seria a nona decisão consecutiva em não mexer nos juros, que se encontra nesse patamar desde julho de 2015.

A ata da reunião será divulgada no dia 6 de setembro. Este ano ainda haverá outras duas reuniões do Copom (18 e 19 de outubro e 29 e 30 de novembro).

TENDÊNCIA: Manutenção dos juros em 14,25%

IBGE anuncia resultado do PIB

O IBGE anuncia, na quarta-feira (31), o resultado do PIB relativo ao segundo trimestre do ano. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (o IBC-Br), indicador criado para tentar antecipar o resultado do PIB, teve uma contração de 0,53% no segundo trimestre deste ano. O dado foi divulgado em 12 de agosto.

No primeiro trimestre, houve queda de 0,3% na comparação com o último trimestre de 2015. Foi o quinto resultado negativo nesse tipo de confronto. A expectativa é que seja divulgado mais um resultado negativo.

TENDÊNCIA: Queda entre 0,5% e 0,6% na comparação com o primeiro trimestre

Orçamento de 2017 chega ao Congresso

O governo envia ao Congresso Nacional, na quarta-feira (31), o Orçamento da União para 2017. De acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, cujo texto principal foi aprovado pelos parlamentares na semana passada (restam as emendas), o déficit no próximo ano será de R$ 139 bilhões. Também há uma previsão de crescimento do PIB de 1,2%.

De acordo com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, o Orçamento não trará aumento de imposto. A proposta será feita com mais cortes nas despesas, a fim de garantir o cumprimento da meta fiscal de 2017.

O relator-geral do Orçamento será o senador Eduardo Braga (PMDB-AM). O deputado federal Daniel Vilela (PMDB-GO) será o relator da receita.

TENDÊNCIA: Aprovação em dezembro