O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou a prisão do ex-ministro Paulo Bernardo, preso na semana passada na Operação Custo Brasil. Toffoli negou um pedido de Bernardo para que o caso dele fosse retirado da Justiça Federal de São Paulo e encaminhado para o STF, mas, por conta própria, determinou a revogação da prisão. Segundo seu despacho, a decisão do juiz federal se baseia, “de modo frágil”, no argumento de que o petista poderia interferir na produção de provas. (O Globo)

Temer anuncia aumento médio de 12,5% para o Bolsa Família

Em busca de uma agenda positiva, o presidente interino, Michel Temer, anunciou nesta quarta-feira (29) um reajuste médio de 12,5% para os benefícios do programa Bolsa Família, acima dos 9% prometidos por Dilma Rousseff em maio. O aumento passará a valer a partir de julho. (Folha)

Sérgio Moro abre novo processo contra Dirceu

O juiz federal Sérgio Moro recebeu nesta quarta-feira, 29, nova denúncia contra o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil/Governo Lula) e o ex-diretor de Serviços da Petrobrás Renato Duque por corrupção e lavagem de dinheiro. Também viraram réus outros cinco investigados. (Estadão)