referendo-uk

Com a decisão pela saída do Reino Unido da União Europeia, é hora de avaliar o impacto nas economias ao redor do mundo. O Brasil, que já vive um momento econômico e político delicado, observa com cautela os desdobramentos da vitória do Brexit. Confira 5 pontos de atenção, e como podem ser afetados com o resultado do plebiscito realizado no Reino Unido:

Bolsa de valores

É o reflexo mais imediato. O dólar amanheceu com alta de 3%. É natural que neste momento, investidores retirem recursos de negócios mais arriscados. As ações da Vale e da Petrobrás sofreram as perdas mais significativas, com desvalorizações maiores do que 6%. Contudo, especialistas avaliam que, por não ser um dos principais parceiros econômicos do Brasil, o impacto por aqui não será tão drástico. O Banco Central está monitorando a repercussão do Brexit.

Imigração

Para os brasileiros que vivem no Reino , de acordo com a legislação local, pouco ou nada deve mudar. Já para os brasileiros que usufruem da livre circulação no bloco europeu, é possível que tenham de se submeter a outros critérios de imigração, que ainda não estão definidos. Isso provavelmente significará gastos e mais tempo dispendiado. Ainda não há prazo para as mudanças, o que significam que qualquer eventual saída de imigrantes do país leve um pouco mais de tempo.

Exportações

Especialistas observam um tímida evolução nas negociações para exportações de produtos que hoje encontram forte resistência de entrada no Reino Unido, como por exemplo a carne. Ainda assim, nada muito significativo, já que as necessidades britânicas são bem diferentes do perfil exportador agropecuário brasileiro. Setores que poderiam ser mais beneficiados, como óleo, ficarão devendo, em virtude dos escândalos de corrupção e problemas financeiros que a Petrobrás enfrenta.

Relações políticas

A princípio, não há motivos para acreditar num estremecimento de relações políticas entre Brasil e Reino Unido. O próprio presidente em exercício Michel Temer se absteve de comentar a decisão em seu âmbito político.

Futebol

O problema maior do sim ao Brexit é para os jogadores ingleses em outros times da Europa, que saem do sistema de circulação livre e passam a ser estrangeiros. Porém, pode se tornar mais difícil atrair jogadores brasileiros para a Liga Inglesa, considerando novas regras de imigração, e o regimento interno da FIFA, que limita a transferência de jogadores de acordo com a idade.