Depois de meses de protelação, a situação política de Eduardo Cunha na Câmara foi definida pela professora baiana, Tia Eron (PRB-BA). Em voto surpresa, a deputada evangélica Eronildes Vasconcelos Carvalho quebrou o silêncio e afirmou que não é manipulada por ninguém e que estava ali para resolver “o que os homens não conseguiram”. Após discurso inflamado, Tia Eron, até então, considerada aliada de Cunha, acompanhou o relatório do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) a favor da cassação do mandato do Presidente da Câmara afastado. Veja os erros e acertos da deputada:

tabela

SITE

O jornalista Reinaldo Azevedo analisou, na terça-feira (14), a ação da deputada.

Tia Eron contra Cunha: “mitou” e “ressignificou”

Tia Eron, a deputada do PRB da Bahia, “mitou”, como se diz hoje em dia. Deixou claro que não é uma dessas e que seu partido não é um desses… Passou um carão em todo mundo que a andava patrulhando e adivinhando seu voto. Com ela, não!
Leia mais…

BLOG

Em seu blog, Tia Eron publicou um texto sobre seu papel na decisão do destino de Cunha:

Tia Eron é decisiva na cassação do deputado Eduardo Cunha

Nesta terça-feira (14), em sessão no Conselho de Ética, a Deputada Tia Eron do PRB da Bahia, teve um papel decisivo na votação que cassou o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha. Tida como voto de Minerva, a deputada votou a favor da cassação do deputado.

Leia mais…

YOUTUBE

O vídeo do voto da Tia Eron pela cassação do Eduardo Cunha:

FACEBOOK

No facebook, a deputada postou uma foto com a seguinte mensagem: “Me chamaram para resolver o que os homens daqui não conseguiram em sete meses”.