Apesar dos esforços da base governista para antecipar a sabatina de Ilan Goldfajn, indicado para o comando do Banco Central, a senadora Gleisi Hoffmann, presidente da CAE, conseguiu adiar a sessão para esta semana. Em resposta à questão de ordem requerendo pressa na análise da indicação, Gleisi decidiu que o pedido só seria atendido se fosse aprovado por unanimidade, algo impossível porque o PT é contra. Desde que a presidente Dilma foi afastada, o Partido dos Trabalhadores faz oposição sistemática ao governo provisório de Michel Temer. Dilma veta Ilan sob a alegação de que ele é acionista do banco Itaú.

bola fora e bola dentro

Youtube

Em pronunciamento no senado, Gleisi criticou as medidas econômicas do presidente interino Michel Temer.

Site

A Agência Senado noticiou, no dia primeiro de junho, que, em discurso, a senadora declarou que mulheres ainda são desrespeitadas e discriminadas no Brasil. Veja:

Gleisi Hoffmann diz que mulheres ainda são desrespeitadas e discriminadas no Brasil

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse nesta segunda-feira (1º) que houve no Plenário do Senado, no dia anterior, um exemplo do quanto a discriminação e de desrespeito às mulheres ainda prevalece na sociedade, apesar dos avanços.

Ela afirmou que um grupo de deputadas, senadoras e representantes de entidades ligadas às causas femininas queriam entrar no Plenário, fazer um manifesto contra a cultura do estupro e tirar fotos com cartazes para sensibilizar os parlamentares, mas foram impedidas.

Leia mais…

 

Twitter

Após a comissão reduzir o prazo da defesa do impeachment, a petista expressou sua opinião no twitter:

 

Facebook

Gleisi iniciou, na quinta-feira (02), uma campanha contra o machismo. Veja o primeiro post: