Sem citar nomes, o ministro do STF Gilmar Mendes chamou de “brincadeira” o vazamento dos pedidos de prisão de integrantes da cúpula do PMDB, o que, segundo ele, configura crime. Embora caiba ao relator da Lava-Jato, Teori Zavascki, se pronunciar sobre os pedidos, ele poderá submeter a decisão ao plenário do STF. Gilmar disse que o vazamento configura crime, e os responsáveis precisam se explicar. “Não se pode brincar com esse tipo de coisa”, declarou, com tom de voz exaltado (O Globo – p.3).

O Banco Mundial rebaixou ainda mais a expectativa de recessão no Brasil para 4% neste ano. A projeção foi divulgada ontem no relatório “Perspectivas Econômicas Globais” e é pior do que a última edição do documento, em janeiro, que previa queda de 2,5% para 2016. As perspectivas para 2017 também foram reduzidas. Em janeiro, o Banco Mundial previa queda de 2,5% para 2016. As perspectivas para 2017 também foram reduzidas. Em janeiro, o banco calculava alta de 1,7% no PIB do ano que vem. Agora, a indicação é de queda de 0,2%. Para a instituição, o país só voltará a crescer em 2018, e timidamente: alta de apenas 0,8% (Valor).

O líder do governo no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), renunciou à sua vaga de titular na Comissão Especial do Impeachment. Ele tomou a decisão depois de ter sido escolhido para a liderança do governo, por considerar que é inviável acumular as duas funções pelo excesso de trabalho. Ele será substituído pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) e Ataídes de Oliveira (PSDB-TO) fica como suplente. “Dá muito trabalho esse negócio de ser líder. Eu não era líder desde que fui deputado estadual. Tem que garantir quórum, ouvir as reclamações, tem que levar para o governo as sugestões, tem que ser um pouco padre de confessionário”, disse Aloysio Nunes (Folha).

Eventos:

  • 11h – Divulgação de Pesquisa CNT/MDA sobre avaliação do governo.
  • Na Câmara, mais um teste para Temer. Será votado o 2º turno da PEC que prorroga a DRU. A tendência é que seja aprovada e encaminhada ao Senado.
  • A reunião do Conselho de Ética da Câmara para analisar o processo contra Eduardo Cunha prevista para hoje foi cancelada. É o que informa a página da Comissão na internet. Não foi informada a data da nova reunião.
  • Será divulgada hoje a primeira pesquisa de avaliação do governo Michel Temer (CNT/MDA), faltando quatro dias para ele completar um mês de mandato. Diante de um início tumultuado, com demissão de ministros e ainda sem boas notícias a oferecer na economia, o resultado não deverá ser positivo.