O presidente interino Michel Temer chamou os líderes dos partidos que apoiam seu governo na Câmara para uma reunião nesta terça-feira. O encontro, segundo um dos líderes, está marcado para as 14h, no Palácio do Planalto, e foi articulado pelo ministro Geddel Vieira Lima. Interlocutores de Temer afirmam que esta será uma primeira reunião para abertura de diálogo de Temer com sua base, mas que a tendência do presidente interino continua sendo não interferir na solução que a Casa terá que encontrar, para resolver o problema da indefinição em relação ao comando das votações que terão que ser enfrentadas nos próximos dias. (O Globo)

Ministro do STF libera discussão de impeachment de Temer para plenário

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou para julgamento o mandado de segurança que pede a abertura de um processo de impeachment na Câmara contra o então vice-presidente e atual presidente da República em exercício, Michel Temer. Agora caberá ao presidente do Tribunal, Ricardo Lewandowski, definir a data para inclusão do caso na pauta do plenário. (Estadão)

Ministro da Saúde recua e diz que não é preciso rever tamanho do SUS

Após afirmar que o Estado não tem como assumir todas as garantias previstas na Constituição, incluindo o acesso universal à saúde, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse nesta terça (17) que o SUS (Sistema Único de Saúde) “está estabelecido” e que não deve rever o tamanho do sistema. (Folha)