O presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou que a eleição da comissão especial para analisar o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff ocorrerá na próxima terça-feira, dia 26, em sessão deliberativa. A expectativa era de que o colegiado já fosse instalado esta semana. Em reunião com líderes dos partidos para definir as regras para o rito na Casa, ficou decidido que o colegiado de 21 membros será formado com base nos blocos partidários, e não pelo tamanho dos partidos. (O Globo)

 

Lula recomenda ao PT questionar a legitimidade de um governo Temer

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recomendou ao PT, numa reunião com o comando do partido nesta terça-feira (19), questionar a legitimidade de um eventual governo de Michel Temer, criticando o fato de o vice-presidente estar montando um governo sem que a presidente Dilma Rousseff tenha sido afastada. (Folha)

 

Delcídio tratou com Dilma sobre liberação de Marcelo Odebrecht, afirma delator

Em delação premiada, Diogo Ferreira, ex-chefe de gabinete do senador Delcídio Amaral (sem partido-MS), confirmou a ofensiva do governo para tentar interferir na Lava Jato através da nomeação do desembargador Marcelo Navarro para o Superior Tribunal de Justiça. Ferreira disse que o parlamentar relatou a ele conversas com a presidente Dilma Rousseff na qual a petista pediu “compromisso de alinhamento” de Navarro com o governo e citou o caso do presidente da Odebrecht preso preventivamente pelo juiz Sérgio Moro, Marcelo Odebrecht. (Estadão)