A maior parte dos deputados federais está decidida a votar pelo impeachment de Dilma no plenário da Câmara. A votação está prevista para o domingo, dia 17. Em levantamento feito pelo Datafolha de 21 de março a 7 de abril entre os parlamentares, 60% deles dizem que darão votos favoráveis ao impedimento da presidente (Folha).

Lula prestou depoimento ontem pela manhã à Procuradoria-Geral da República, em Brasília, no inquérito da Operação Lava-Jato. Não há informações sobre o processo para o qual ele foi ouvido. O ex-presidente é investigado por suspeita de receber pagamentos de empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção na Petrobras. Lula estava acompanhado do advogado e ex-deputado petista Sigmaringa Seixas (Estadão – p.A7).

Governo trabalha com novo rombo nas contas públicas também em 2017. Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano que vem já deve incluir a possibilidade de abater despesas para garantir o cumprimento da meta de superávit primário, como foi feito nos últimos anos, mesmo que o número final efetivo seja déficit (Estadão – p.B1).

Eventos:

  • 9h – IBGE divulga inflação de março (IPCA).
  • 15h – Comissão de impeachment discute o parecer do relator.