Depois da bomba que foi a delação de Delcídio, o juiz Sérgio Moro liberou na quarta-feira (17) o fim do sigilo de uma série de interceptações telefônicas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aqueceu ainda mais a fogueira do impeachment. Até a nomeação de Lula para ministro ficou comprometida. Confira os trechos mais constrangedores das conversas que envolvem a presidente Dilma Rousseff, ministros do governo e aliados:

1. “Tô mandando o “Bessias” junto com o papel”

DILMA: Lula, deixa eu te falar uma coisa.
LILS: Fala querida. “Ahn”
DILMA: Seguinte, eu tô mandando o “BESSIAS” junto com o PAPEL pra gente ter ele, e só usa em caso de necessidade, que é o TERMO DE POSSE, tá?!
LILU: “Uhum”. Tá bom, tá bom.

 

2. “Cadê as “mulher de grelo duro” lá do nosso partido?!”

LULA: Nós vamos pegar esse de Rondônia agora, eu vou colocar a FATIMA BEZERRA e a MARIA DO ROSÁRIO em cima dele.
PAULO VANNUCHI: é isso mesmo!
LULA: sabe porque, eu até tirei um sarro da Clara Ant de ficar procurando o que fazer, faz um movimento das mulheres, contra esse filho da puta! Ele batia na mulher, levava a mulher no culto religioso, deixava ela sem comer, dava chibatada nela, sabe?! Cadê as “mulher de grelo duro” lá do nosso partido?!
PAULO VANNUCHI: (risos) é isso, mestre!
LULA: Tá bom.

 

3. “O senhor é uma alma de pobre”

EDUARDO PAES: Eu tô cheio de obra aqui. Odebrecht da vida, OAS, de todas essas empreiteiras. Eu fico com medo. O cara pede pra eu receber, eu fico com medo de receber.
LULA: É lógico. Porque agora toda obra. Esses caras têm quinhentas obras nesse país. Todas elas estão criminalizadas. Ah, vai tomar no cu, porra.
EDUARDO PAES: (Ininteligível) … meu carinho aí, “tamo junto”. Minha solidariedade, vamos em frente nessa história. Agora, da próxima vez o senhor me para com essa vida de pobre, com essa tua alma de pobre comprando “esses barco de merda”, “sitiozinho vagabundo”, puta que me pariu!
LULA: (Risadas)
EDUARDO PAES: O senhor é uma alma de pobre. Eu, todo mundo que fala aqui no meio, eu falo o seguinte: imagina se fosse aqui no Rio esse sítio dele, não é em Petrópolis, não é em Itaipava. É como se
fosse em Maricá. É uma merda de lugar, porra!

 

4. “”Cê” tá fodido, meu advogado”

LULA: Tá bom. E a nossa ROSA WEBER? Quando é que ela vai decidir alguma coisa?
SIGMARINGA SEIXAS: E eu sei lá porra. Eu sei lá. Porra nenhuma.
LULA: (risos) “Cê” tá fodido, meu advogado.
SIGMARINGA SEIXAS: Ah porra! Mas eu vou fazer né, Presidente. É uma loucura.
LULA: Essa é a gratidão…Essa é a gratidão dele por ele ser Procurador.
SIGMARINGA SEIXAS: Pois é. Mas ele se tiver…se a gente formalizar, inclusive, jogando pra imprensa, ele vai ficar constrangido. Se for lá conversar ele diz não e pronto. Ou não diz né.

5. “Se homem não tem saco, quem sabe uma mulher corajosa possa fazer o que os homens não fizeram”

LULA: Mas viu querido, “ELA” tá falando dessa reunião , ô WAGNER eu queria que você visse agora, falar com “ELA”, já que “ELA” tá aí, falar o negócio da ROSA WEBER, que tá na mão dela pra decidir. Se homem não tem saco, quem sabe uma mulher corajosa possa fazer o que os homens não fizeram.
JAQUES WAGNER: Tá bom, falou! Combinado , valeu querido, um abraço. Um abraço na MARISA e nos meninos…
LULA: Tá bom, tchau, querido.
JAQUES WAGNER: Tchau.

 

6. “Seguramos também hoje a CPI DO CARF, né, pra não ter problema!”

LULA: “uhumm”. Oh, querido como é que tá a situação do Eduardo Cunha aí na Câmara?!
JOSÉ GUIMARAES: Oh, LULA, o problema é o seguinte: ELE tá completamente ilhado ali dentro, tem uma base forte, segurando o processo dele que não tem como se resolver por menos de 90, 120 dias, porque ele tem instrumentos regimentais pra segurar tudo. Tem, tem, tem mantido. ..a única pessoa que ele ainda conversa pra, pra estabelecer alguma pauta, é comigo, mas isso tá muito atritado, né?! Ele tá numa situação “na dele”. Botando matérias complicadas, porque a oposição também…veja bem, a oposição tá em obstrução total, e e le não quer, evidentemente a Câmara em obstrução. E nessas matérias, entrou todas e tudo mais que prejudica o país e o governo, né?! Então tá mais ou menos nessa toada. Nossa preocupação tem sido com alguns líderes pra montar aquele panorama de votos pra evitar qualquer tentativa de impeachment no futuro. Porque a Comissão deverá ser montada na semana que vem. Essa é a minha preocupação, tenho trabalho muito isso, né?! E seguramos também hoje a CPI DO CARF, né, pra não ter problema!
LULA: “uhum”

7. “Porque, Lula, nós temos um problema, o jeito DELA”

JOSÉ GUIMARAES: Mas deixa eu te falar, o que eu falei dos partidos da base, falei com Picciani, falei com pessoal do PSD, PR e PT.
LULA: “uhum”
JOSÉ GUIMARAES: Esses que eu falei, fora o PT, esses líderes, todos… E, acham que é fundamental, que é fundamental. Porque, Lula, nós temos um problema, o jeito DELA, o estilo, foi muito caracterizadamente como avesso a política, isso ta muito consolidado na Câmara, e os ministros não tem, ou quase, quando tem é muito diminuta, a autoridade pra, autoridade pra discutir com os parlamentares, e tudo, ne? Então não é simples, não!
LULA: Eu sei.

8. “Foi chamada de puta, vagabunda, vira casaca”

LULA: A MARTA teve que se trancar na FIESP e só saiu quando acabou a manifestação.
JAQUES WAGNER: (risadas) É bom pra nego aprender.
LULA: Foi chamada de puta, vagabunda, vira casaca.
JAQUES WAGNER: Eu sei. Bom, eu aviso a ELA aqui e a gente conversa amanhã. E os meninos, MARISA, tudo bem?

 

9. “É preciso acompanhar o que a RECEITA tá fazendo junto com a POLICIA FEDERAL, bicho!”

NELSON BARBOSA: Conta com a gente aí, pro que der e vier.
LULA: Ô, NELSON, te falar uma coisa por telefone, isso daqui. O importante é que a POLICIA FEDERAL esteja gravando. É preciso acompanhar o que a RECEITA tá fazendo junto com a POLICIA FEDERAL, bicho!
NELSON BARBOSA: Não, é…(Gagueja) Eles fazem parte.
LULA: é, mas você precisa se inteirar do que eles estão fazendo no INSTITUTO. Se eles fizessem isso com meia dúzia de grandes empresas, resolvia o problema de arrecadação do Estado.

 

10. “Nós temos uma Suprema Corte totalmente acovardada”

LULA: Nós temos uma Suprema Corte totalmente acovardada. Nós temos um Superior Tribunal de Justiça totalmente acovardado. Um parlamento totalmente acovardado… Somente nos últimos tempos é que o PT e o PCdoB começaram a acordar e começaram a brigar… Nós temos um presidente da Câmara fodido, um presidente do Senado fodido, não sei quantos parlamentares ameaçados, sabe? E fica todo mundo no compasso de que vai acontecer um milagre e vai todo mundo se salvar.
DILMA: É.
LULA: Eu, sinceramente, estou assustado é com a República de Curitiba. É porque a partir de um juiz de primeira instância tudo pode acontecer nesse país. Tudo pode acontecer.

 

11. “Tá, tem uma coisa que tá na mão de vocês, é MINISTÉRIO, acabou, porra!”

LULA: “uhumm”
ROBERTO CARLOS: No meu entender, ele faz um balão de ensaio na sexta-feira. Como é que seria se ele tomasse essa decisão? Tá, “ele” fez um“ testezinho”, “vamo” quebrar o gelo e ver como é que seria, tá?! Eu acho, tá, tem uma coisa que tá na mão de vocês, é MINISTÉRIO, acabou, porra!
LULA: “uhumm”
ROBERTO CARLOS: Sabe, eu acho que a vacilação da parte de vocês, tô falando genericamente, de um modo geral, é uma guerra política , é uma disputa política, o cara lá é juiz, mas é um tucano, formação OPUS DEI e o cacete à quatro, entendeu? Ele tá ali, depende da cabeça dele, só na cabeça dele, entendeu? Vai que esse cara é maluco e ousado suficiente pra tomar uma decisão nessa direção?! Você tem uma coisa na tua mão hoje! Usa caralho!

12. “Porra, porque o ARAGÃO parece nosso amigo”

LULA: “uhumm”
PAULO VANNUCHI:
Ativista político. Coxinha.
LULA: O problema é o seguinte, PAULINHO, nós temos que comprar essa briga, eu sei que é difícil, sabe?! Eu as vezes fico pensando até que o ARAGÃO deveria cumprir um papel de homem naquela porra, porque o ARAGAO parece nosso amigo, parece, parece, mas tá sempre dizendo “olha…”
PAULO VANNUCHI: é, pessoal tá muito…

13. “Eu queria que “cê” perguntasse pro JANOT, se for possível”

LULA: Ô, SIGMARINGA, eu queria que “cê” perguntasse pro JANOT, se for possível. Você ainda tem relação com ele?
SIGMARINGA: Olha, há muito tempo que eu não falo. Ele tem fechado o canal, mas eu posso tentar através de…
LULA: Sabe o que eu queria: como ele aceitou um pedido de um cara lá de Manaus pra investigar as coisas que eu ganhei, pergunta pra ele se no Ministério Público tiver um lugar eu mando tudo pra lá. Pra eles tomarem conta. Porque eu não tenho nenhum interesse de ficar com isso.
SIGMARINGA: Tá bom. Eu vou falar.
LULA: Eu tenho interesse se eu pudesse fazer um museu aqui em São Paulo. O Ministério Público entrou com um processo pra vetar doação do terreno pela Câmara que já tinha aprovado. Então eu tô com um monte de coisa que se ele tiver lugar eu mando pra eles tomarem conta.