Desemprego fica em 9% de agosto a outubro, maior taxa desde 2012

O desemprego subiu no país, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) contínua divulgados nesta sexta-feira pelo IBGE. A taxa ficou em 9% no trimestre encerrado em outubro. O resultado é o mais alto da série, iniciada em 2012. No mesmo período de 2014, o desemprego estava em 6,6%. No trimestre encerrado em julho, a taxa da pesquisa, que inclui dados para todos os estados brasileiros, foi de 8,6%. Já o rendimento real ficou em R$ 1.895, 0,7% a menos do que no trimestre encerrado em julho. (O Globo)

Dilma diz que não se pode ‘tirar um presidente por não gostar dele’

A presidente Dilma Rousseff chamou de “golpistas” as tentativas de impeachment de seu mandato e argumentou que não se tira o chefe do Executivo do cargo por “não gostar” ou “não simpatizar” com ele. A declaração foi feita nesta sexta-feira (15) em um novo encontro da presidente com jornalistas, no Palácio do Planalto. (Folha)

Ações da Petrobras têm queda de mais de 8%

A Bovespa registrava queda superior a 3% no pregão desta sexta-feira, 15, com os negócios domésticos afetados pelo mau humor no exterior. Lá fora, os índices das bolsas de Nova York operavam em forte queda, em resposta ao retorno do petróleo para abaixo de US$ 30 o barril e com a entrada da Bolsa de Xangai no chamado “território baixista”, que são perdas superiores a 20% desde o pico recente. (Estadão)