Governo vai reajustar prestação do Minha Casa Minha Vida

A presidente da Caixa, Miriam Belchior, informou, nesta quarta-feira, que o governo vai reajustar a prestação cobrada na primeira faixa do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). A nova regra vai valer para quem ganha até R$ 1.800 e será usada na terceira etapa do programa, que será lançada ainda este ano. Depois de reunião com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, Miriam explicou que a prestação precisa mudar porque ela não é reajustada desde 2009. No entanto, no mesmo período, o salário mínimo subiu, assim como o valor dos imóveis.(O Globo)

Lula loteou BR Distribuidora entre Collor e PT, diz procurador

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) concedeu ao senador Fernando Collor (PTB-AL) “ascendência” sobre a BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras, por volta de 2009, “em troca de apoio político à base governista no Congresso Nacional”. (Folha)

Teto do seguro-desemprego sobe para R$ 1.542 com reajuste do governo

As parcelas do seguro-desemprego foram reajustadas em 11,28% e o teto mensal do beneficio passou a ser de R$ 1.542,24. Antes, o máximo mensal era de R$ 1.385,91. O valor da parcela que cada segurado recebe depende do salário que tinha antes da demissão. O reajuste segue a alta de 11,28% de benefícios do INSS acima do salário mínimo. Ela foi divulgada pelo Ministério do Trabalho e da Previdência Social através de portaria. (Folha)

PSDB quer incluir a delação premiada de Cerveró que cita Dilma em ações no TSE

Advogados do PSDB pretendem pedir ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a inclusão da delação premiada do ex-diretor da Área Internacional da Petrobrás Nestor Cerveró que cita a presidente Dilma Rousseff em três ações que podem levar a Corte a cassar a chapa da petista e do vice-presidente Michel Temer. Os tucanos também discutem se vão querer o depoimento do próprio ex-diretor para instruir as ações do TSE. (Estadão)